Hyundai inventa uma ‘saia’ para os seus veículos elétricos que dará mais autonomia sem trocar a bateria

Início / Elétricos e Híbridos / Hyundai inventa uma ‘saia’ para os seus veículos elétricos que dará mais autonomia sem trocar a bateria

Os coreanos acabam de patentear uma tecnologia chamada Active Air Saia.

Na década de 1960, os carros de rua descobriram um conceito que durante muito tempo foi aplicado exclusivamente no mundo da competição: a aerodinâmica. Engenheiros e designers perceberam que quanto melhor o fluxo de ar de um carro, melhor seria seu desempenho. Hoje, novas técnicas e desenvolvimentos permitem explorar ao máximo a passagem aérea, embora continue a ser um dos principais fatores que dificultam o progresso. Hyundai acaba de apresentar sua tecnologia Active Air Skirt (AAS), um sistema que promete melhorar a autonomia dos seus carros elétricos sem ter que aumentar o tamanho da bateria.

A mobilidade elétrica enfrenta inúmeros desafios ambientais que podem afetar significativamente o seu alcance. Pouco pode ser feito para combater a temperatura e a orografia do terreno, mas os engenheiros sabem aproveitar o ar que circula pelo veículo. Os coreanos mostraram que a forma tem influência. O Hyundai IONIQ 6 é a imagem viva de um carro projetado para domar o ar. Um sedan estilizado com um coeficiente de impacto frontal mínimo que não só é visualmente atraente, mas também uma verdadeira vantagem quando se trata de maximizar a autonomia.

Aerodinâmica ativa Hyundai Genesis

Dois apêndices aerodinâmicos atuarão para melhorar o comportamento do ar

O conceito de aerodinâmica ativa também não nos é estranho. Os carros mais modernos possuem apêndices e recursos técnicos para alterar sua estrutura aerodinâmica para oferecer menor arrasto ou para melhorar e controlar a temperatura de resfriamento. O efeito solo, que estamos tão habituados a ouvir no mundo da competição, permite que o ar que circula sob o carro crie um efeito de sucção que gruda o veículo no asfalto. Embora isso seja muito vantajoso em um carro de corrida de alta velocidade, não é tão benéfico em um carro elétrico, pois aumenta o coeficiente de arrasto e reduz o alcance.

Os engenheiros da Hyundai procuraram uma solução intermediária. O ASS é responsável por controlar o fluxo de ar da frente em velocidades acima de 80 quilômetros por hora. O saia é acionado após essa velocidade e reduz a turbulência gerada ao redor das rodas dianteiras. Por sua vez, segundo a marca coreana, a estabilidade de condução a altas velocidades e a autonomia são melhoradas através da redução significativa do coeficiente de resistência do veículo (Cd). Ninguém dentro da empresa quis mencionar qual é o lucro gerado, mas, na realidade, cada pequeno detalhe conta para acrescentar quilômetros à autonomia.

Leia também: 

Espera-se que esta tecnologia tenha um impacto maior nos carros menos aerodinâmicos do mercado, ou seja, os SUVs. Como já dissemos, trata-se de um pequeno sistema adicional aos já comuns recursos técnicos aerodinâmicos. No momento, a invenção está em fase de desenvolvimento. No futuro, todas as marcas do Grupo Hyundai (Hyundai, KIA e Genesis) poderão equipá-lo na sua frota elétrica. Atualmente, a família conta com unidades diferenciadas e em breve adicionará novos modelos às frotas de EV da Kia e IONIQ da Hyundai. Depois de alguns anos de ausência, o Genesis está novamente disponível na Europa, exclusivamente como marca 100% elétrica.

Roberto Magalhães

O cérebro editor por trás do Tecnologico.online, é um entusiasta apaixonado por tecnologia. Canaliza sua fascinação para criar conteúdo envolvente e informativo. Sua dedicação à inovação reflete-se nos artigos que produz, abrangendo uma ampla gama de tópicos tecnológicos. Com um olhar atento para as últimas tendências e desenvolvimentos, busca tornar...

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.