Este depósito de hidrogênio branco contém o equivalente a metade da produção mundial deste gás

Início / Estudos e Tecnologia / Este depósito de hidrogênio branco contém o equivalente a metade da produção mundial deste gás
Este depósito de hidrogênio branco contém o equivalente a metade da produção mundial deste gás

A busca por novas fontes de energia que substituam os produtos fósseis atualmente utilizados como primeira opção tem o hidrogênio como uma de suas maiores alternativas. Sua origem e extração dão origem a diversas formas, identificado por cores que estão relacionadas à energia necessária para sua extração e à energia exigida pelos processos para separá-lo dos demais elementos.

Basicamente, o hidrogênio cinza é produzido a partir do gás e é o mais comum e também o mais poluente. Já o  hidrogênio verde é aquele gerado a partir de energias renováveis ​​e o branco aquele que está em seu estado bruto. Este último é precisamente o que despertou o interesse das equipas do laboratório GeoRessources de Nancy, que afirmam ter encontrado um imensa jazida no subsolo da Lorena uma região no nordeste da França.

tanque de hidrogênio branco França 3

Como extrair Hidrogênio do subsolo

É um dos maiores depósitos de hidrogênio, senão o maior, daqueles já descobertos em todo o mundo. De acordo com as primeiras estimativas, poderia conter aproximadamente 46 milhões de toneladas de hidrogênio o que equivale a mais da metade da atual produção mundial deste gás.

“Os nossos dados indicam que o subsolo da bacia mineira da Lorena é extraordinariamente rico em hidrogênio branco. Se esta descoberta se confirmar, poderá desempenhar um papel crucial para facilitar a transição para fontes de energia limpa que preservem o clima”, explica. Filipe de Donato codiretor da pesquisa.

tanque de hidrogênio branco frança 4

Em termos ecológicos, este tipo de hidrogênio supera hidrogênio verde que é produzido através da eletrólise da água utilizando eletricidade gerada por fontes renováveis. “Essas duas formas de energia, seja solar ou eólica, não são completamente neutras em termos de emissões de CO.já que esse gás é gerado ao longo de toda a sua cadeia produtiva e durante seu transporte”, acrescenta De Donato.

Leia também: Repsol apresenta uma ‘gasolina renovável’ sem petróleo que todos os carros podem utilizar

O hidrogênio ali encontrado tem uma dupla vantagem: não necessita de energia para sua produção, exceto aquela necessária para sua extração. E, o mais importante, os bolsos profundos também contêm ferro. É uma reserva que se recarrega naturalmente depois de esgotada. Jacques Pironon, que também é Diretor de Pesquisa deste projeto, explica que “o subsolo na região do poço Folschviller é abundante em ambos os compostos, ferro e água. Ao entrarem em contato, é desencadeada uma reação redox físico-química, onde os minerais dissociam as moléculas de água (H2O) em oxigênio (O2) e hidrogênio (H2), o que permite a produção contínua de hidrogênio.”

tanque de hidrogênio branco França 2

No entanto, existe uma desafio superar para a extração de hidrogênio deste depósito. O gás disponível está a uma profundidade de 1.200 metros. Mas, de acordo com simulações iniciais, é 3.000 metros profundo onde o teor de hidrogênio pode exceder 90%. Para atingir estas profundidades, a utilização de tecnologias de ponta será crucial para permitir a sua exploração técnica e economicamente viável, especialmente tendo em conta a sua possível extensão horizontal.

Além disso, uma vez extraído, um segundo obstáculo. O hidrogênio continua a ser consideravelmente mais complexo de armazenar e transportar em comparação com os combustíveis fósseis.

Ainda poderão demorar vários anos, ou até mais, até que seja possível aproveitar a energia presente neste campo, se o projecto finalmente se concretizar. Por enquanto, nenhuma ação concreta foi tomada. É necessário confirmar os primeiros estudos com projeções subterrâneas mais detalhadas. Além disso, os acordos de exploração terão de ser obtidos num país, a França, onde a obtenção de qualquer licença para uma fábrica ou mina se tornou um verdadeiro obstáculo, muitas vezes culminando na rejeição.

No entanto, as equipas de investigação irão concentrar-se em encontrar soluções para extrair este hidrogênio, minimizando ao mesmo tempo a sua pegada, ao contrário do que acontece numa mina de carvão ou num campo petrolífero.

Leitura relacionada:

Roberto Magalhães

O cérebro editor por trás do Tecnologico.online, é um entusiasta apaixonado por tecnologia. Canaliza sua fascinação para criar conteúdo envolvente e informativo. Sua dedicação à inovação reflete-se nos artigos que produz, abrangendo uma ampla gama de tópicos tecnológicos. Com um olhar atento para as últimas tendências e desenvolvimentos, busca tornar...

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.