Fazendas solares orbitando entre a Terra e o Sol: a última utopia para produzir energia limpa

Início / Estudos e Tecnologia / Fazendas solares orbitando entre a Terra e o Sol: a última utopia para produzir energia limpa
Fazendas solares orbitando entre a Terra e o Sol: a última utopia para produzir energia limpa

A energia solar é uma das fontes renováveis ​​que mais desperta o interesse da humanidade. É cada vez mais comum ver telhados com painéis fotovoltaicos para ter abastecimento sem depender de uma rede de abastecimento. Agora, e se a solução estivesse relacionada a a incorporação de parques solares no Espaço? Essa ideia maluca foi descontinuada há uma década. Vamos aprender, com mais detalhes, o que poderia democratizar a indústria energética na Terra.

O futuro da energia no nosso Planeta poderá passar pela uTIlização de parques solares espaciais

A ideia, em termos teóricos, parece muito simples. Bastaria adicionar painéis solares com até um quilômetro de superfície no Espaço. Eles orbitariam próximo à Terra e permitiriam obter um nível de eficiência muito mais elevado do que os atualmente disponíveis na Terra. O envio da energia coletada ocorreria através de um sistema de micro-ondas, sendo recebida por instalações distribuídas por todo o Planeta.

Logicamente, esse conceito ainda possui uma série de elementos que exigem retorno, mas parques solares desse tipo são discutidos há anos. Sem ir muito longe, Já foi possível obter eletricidade no espaço sideral e enviá-lo com sucesso para um receptor localizado a poucos metros de distância com capacidade suficiente para acender um par de luzes LED. Na verdade, também foi possível captar a recepção da onda através deste sistema em nosso planeta, mas não foi suficiente para lucrar com a eletricidade recebida.

Este novo conceito coloca a possibilidade de enviar microondas para locais muito específicos na crosta terrestre, cuja margem de erro não deve ultrapassar poucos metros. Sob esta premissa, seria possível aproveitar esta eletricidade para abastecer cidades e países inteiros, alcançando uma eficiência como nunca antes alcançada através de uma fonte de energia sustentável. Estas fazendas solares, no entanto, A principal limitação é a própria instalação em altura.

As fazendas solares teriam receptores de microondas na Terra.

Dentre as diferentes possibilidades que estariam sendo avaliadas, chama especial atenção aquele levantado pelo professor Ali Hajimiri e sua equipe. Aproveitandouma queda maciça nos preços do envio de satélites ao espaço, a produção de pequenos painéis para posterior montagem no local de instalação poderia ser viável. Para isso, seria necessária a criação e programação de unidades robóticasum conceito ainda muito teórico que levanta algumas dúvidas.

Os primeiros cálculos realizados levantam a possibilidade de esta tecnologia poderia ser até 50% mais eficiente que a ideia atual de painéis fotovoltaicos. A sua instalação no Espaço permitiria a obtenção de mais energia elétrica e uma reversão das emissões causadas pela decolagem do foguete ocorreria em muito pouco tempo.

Roberto Magalhães

O cérebro editor por trás do Tecnologico.online, é um entusiasta apaixonado por tecnologia. Canaliza sua fascinação para criar conteúdo envolvente e informativo. Sua dedicação à inovação reflete-se nos artigos que produz, abrangendo uma ampla gama de tópicos tecnológicos. Com um olhar atento para as últimas tendências e desenvolvimentos, busca tornar...

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.